domingo, 13 de março de 2011

Violência e SM não combinam.


Eis a primeira e maior confusão que a desinformação causa.

SM não é, não deve e não pode ser violento.
Se existe uma regra universal no meio de toda a diverdade para a prática do SM é a regra do São, Seguro e Consensual (SSC).

Candidato a dominador(a) ponha uma coisa na sua cabecinha: Dominar, não é gritar um monte de palavrões, vestir uma máscara de neandertal e sair por ai batendo a torto e a direito. Na verdade é exatamente o oposto disso.

O mesmo grau de submissão que um(a) sub/masoca lhe concede é proporcional a sua responsabilidade e zelo. Lembre-se que dor por dor não dá prazer, ou você não seria necessário. Pois, se assim o fosse, um dentista resolveria o problema do masoquista.

Assim como humilhação por humilhação seria resolvido por um chefe por meio de Assédio Moral.

A arte, a simbiose, o prazer maior, só acontece quando você estuda e conhece a fundo aquele que está se submetendo. Um princípio bem simplista: Se a pessoa aceitou pertencer a você, tenha o bom senso de cuidar do que é seu.
Dominadores(as) e Submissos(as) iniciantes.

Está querendo começar? Nunca praticou? Ótimo. Não tem nada de mais nisso.
Não importa sua idade: se 18 ou 48. Simplesmente assuma sua condição de iniciante.

Desça do pedestal.

Aproxime-se daqueles que já praticam, que já vivenciaram muitas situações reais e aprenda.

Não se esqueça que informação é tudo.

A prática segura do SM requer algum conhecimento de várias vértices.

Um bom dominador, por exemplo, vai saber alguma coisa de anatomia, psicologia, filosofia, primeiros socorros, sexualidade oposta (principalmente) e mais um monte de coisas que vai perceber estar co-relacionado com o SM.

Submissos(as) aprendam também! Afinal é seu lindo corpinho que vai estar amarrado (às vezes vendado e amordaçado) a disposição de um Dominador com um chicote de couro na mão.

2 comentários:

dog pet_JS disse...

homem que gosta de bater em mulher tem que ir pra cadeia!! Sm é diferente, é prazer é amor, é bater sob medida, é saber o q se faz.
amei seu texto linda!!

petbeijos...

{Júlia}Domador disse...

Petála,

tema sempre muito oportuno esse. Muitos que estão iniciando entendem tudo errado e acham que no SM vão poder expandir suas frustrações achando que ter uma submissa corresponde a um sparring.

Também tem o contexto errado de muitos de concluirem que uma submissão erótica se torna submissão social...

Esse teu alerta aos marinheiros de primeira viagem e até muitos que andam por esse meio tem um tempo é de muita importancia... incautos tem em todo lugar...

bjus e ótima semana