quinta-feira, 10 de maio de 2012

O amor do Sol e da Lua

 O Sol e a Lua em eterno amor
Nunca podem vivê-lo
A natureza não deixa
E a Lua se enfeita toda, brilhante
Para exibir-se para o seu amado
  O Sol triste de ver tanta beleza
Sem poder tocá-la...
Ah! O amor da Lua pelo Sol
Já foi lenda, folclore
Mas sempre muito comentado...
O Sol vem cheio de energia logo cedinho
Quer deixar lindo o dia, para seu benzinho
A Lua toda senhora de si
  Torna-se cheia e bela
Para iluminar o namoro dos amantes
E para não ficar só, com suas mazelas...
O Sol se esconde quando está triste
Nubla o tempo, e chove
A Lua quando está "naqueles dias"
Mingua e quase não se move...
Quando chega a Primavera
A esperança cresce no peito do lindo Sol
Os dias são um pouco mais longos
Como prévia do verão...
Nessa estação ele pode até namorar a Lua
Por pequenos, muito pequenos, momentos
  Um encontro ousado
Mas muito esperado!
A Lua então, toda charmosa brilha forte
E o seu amado Sol, queima, arde
  E nesse eterno desejo ficam
À espera de um milagre...

                                                                                                                                                                                                                               Fátima Abreu






 

Um comentário:

MisterCharmoso disse...

O sol e a lua ....e esse texto maravilhoso
falta a tua pergunta la no meu blog